Doença típica de verão, conjuntivite viral aumenta após o carnaval

Sintomas causam desconforto nos olhos e duram até duas semanas

Uma das doenças infectocontagiosas que surgem com mais frequência no verão, a conjuntivite viral cresce no período após o carnaval devido à aglomeração de pessoas, em contato muito próximo, principalmente nos blocos de rua.

De acordo com a oftalmologista Patrícia Martins, do Hospital Icaraí, a conjuntivite viral causa desconforto nos olhos e tem duração de sete a 15 dias. É prevalente no verão, mas ocorre também no inverno, pois há maior disseminação do vírus em ambientes fechados, como creches, colégios e transportes coletivos.

– Uma superfície ou um objeto contaminado, um aperto de mão, o compartilhamento de toalhas e fronhas já são suficientes para propagar a doença. A atenção deve ser redobrada desde os primeiros sintomas para evitar complicações – alerta a médica.

A conjuntivite é caracterizada pela inflamação da fina membrana transparente que reveste o globo ocular e pode ser provocada por vírus e bactérias, além de também ser do tipo alérgica. Os sintomas são o olho vermelho, dor ou sensação de “areia” nos olhos, lacrimejamento, fotofobia, inchaço nas pálpebras e coceira.

Ao perceber os primeiros sintomas, o oftalmologista deve ser procurado para realizar um tratamento precoce e adequado, pois para cada causa existe uma abordagem diferente. A médica orienta a não esfregar os olhos e lavar as mãos com freqüência. A lente de contato deve ser evitada no período que estiver com conjuntivite.

Deixe uma resposta