Solar do Jambeiro celebra o Círio de Nazaré

Uma cena poética baseada na obra poética “Discurso Sobre a Corda”, de Benedicto Monteiro, estará em cartaz no Solar do Jambeiro (Rua Presidente Domiciano, 195 – Boa Viagem), na próxima terça-feira, 24 de outubro, a partir das 19h. Na obra original, o escritor paraense trata dos significados e significantes da Corda, símbolo de Devoção do Círio de Nazaré, a maior e mais complexa procissão religiosa da América do Sul, realizada anualmente na cidade de Belém do Pará.

No palco Solar, Wanda Monteiro, Jorge Piri, Marcella Gianini, Samuel Hamilton e Sady Bianchin emprestarão seus talentos ao texto de Benedicto Monteiro. Os ingressos custam R$ 20 e a classificação indicativa é livre.

Benedicto Monteiro

Escritor, jornalista, advogado e político, Benedicto Monteiro nasceu no dia 1 de março de 1924, em Alenquer, região oeste do Pará, e faleceu em Belém, em 15 de junho de 2008. Filho de Ludgero Burlamaqui Monteiro e Heribertina Batista Monteiro, cursou Direito na Universidade do Brasil (atual UFRJ), no Rio de Janeiro, cidade na qual também exerceu o Jornalismo e publicou o primeiro de seus mais de 20 livros, a obra poética intitulada “Bandeira Branca” (1945).

Membro da Academia Paraense de Letras, em sua vasta experiência literária, contextualizou a história do Pará, com todas as suas nuances e dimensões, resgatando, de forma didática, os valores da rica cultura paraense, lançando a obra “História do Pará”, distribuída em fascículos encartados pelo jornal “O Liberal” no ano de 2001. Também se dedicou à composição de músicas de temas amazônicos com ritmos que fazem parte da cultura do Pará, como o lundum, o marambiré e a toada.

A obra do escritor é reconhecida e prestigiada não só no Brasil, mas, sobretudo no Exterior. Na Europa, em países como Portugal, Holanda, Itália e Alemanha, suas obras foram traduzidas e servem como objeto de teses de mestrado, doutorado, monografias e estudos acadêmicos.

Destacado parlamentar em defesa da Amazônia, foi cassado no regime militar e na redemocratização do país foi eleito Deputado Federal Constituinte. Criou a Procuradoria Geral do Estado do Pará e foi o seu primeiro Procurador Geral, além de ter criado e organizado a Denfensoria Pública do Estado.

Solar do Jambeiro celebra o Círio de Nazaré
3 (60.57%) 35 votes

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *